Espectrograma de Frequência, veja o áudio com novas cores.

Você já ouviu falar de Espectrograma de Frequência? São gráficos que medem a densidade de energia (volume) por faixa de frequência. O espectro é apresentado verticalmente: a extremidade grave (20 Hz) fica abaixo e a aguda acima (20 KHz). As cores indicam a intensidade de volume, rosa é o ponto de maior energia e caminha gradativamente para o verde, perdendo força.

Para entender melhor, abra a imagem abaixo (se necessário, clique para ampliar) e analise com calma:

Figura 1 – compressão de bumbo mostrada no Espectrograma.

– Ela mostra o gráfico de um bumbo em loop no Espectrograma, cada coluna colorida é uma batida. Primeiramente puro (6 batidas iniciais) e depois sendo influenciado pela compressão do plugin Sand (Acustica Audio).

– Repare os retângulos vermelhos. Eles mostram que na posição do mouse, a área rosa está sobre a frequência de 38 Hz. Faz todo sentido que um bumbo tenha bastante energia nos sub-graves e ao seu redor, certo? As demais frequências da coluna são verdes, tendo menos relevância em termos de energia.

– Depois de algumas batidas, eu ligo o plugin. A transição fica clara no retângulo amarelo: à esq o último bumbo puro e à dir o primeiro bumbo da sequência dos comprimidos.

– Repare que após a compressão, a área rosa some, indicando a compactação dos subs pelo compressor. Obs: Talvez tivesse sido mais didático mostrar esse exemplo com um equalizador, teste aí no seu estúdio.

Esta é uma ferramenta meio nerd, mas que pode te auxiliar muito nas suas produções. Você pode compreender melhor quais são os grupos de frequência mais importantes para cada elemento, identificar pontos que te incomodam e realizar equalizações corretivas mais pontuais, testar o grau de saturação harmônica de um plugin e por aí vai.

Figura 2 – Veja como alguns outros elementos musicais se apresentam no Espectrograma: 1 – Bumbo; 2 – Room de bateria; 3 – Voz; 4 – Sine wave em 500 Hz (é a linha rosa contínua, as colunas nas extremidades da linha marcam apenas a ativação e desativação do plugin Tone Generator).

A princípio, essas imagens assustam, mas com o tempo acostuma-se. Esse plugin é nativo do Reaper, mas é provável que sua DAW também tenha um. Do contrário, existem outros plugins Espectrogramas pela rede, alguns bem avançados, que são utilizados, inclusive, na restauração sonora de áudio para cinema, como o RX da Izotope.

Gostou do artigo? Deixe seu like e compartilhe nas redes sociais. Até breve.